Mitos e verdades sobre meias de compressão

por

Muitas pessoas ainda desconhecem os efeitos e benefícios do uso da meias de compressão. Por isso preparamos um artigo reunindo os principais mitos e verdades a respeito desse produto.

MITO: Qualquer tipo de meia ajuda no tratamento de doenças venosas

Apenas meias de compressão graduadas contribuem para prevenção e tratamento das diversas doenças venosas como as famosas varizes, edemas, inchaços.

Por isso você deve se atentar a graduação da meia de compressão.

MITO: Meias de compressão são feias possuem poucos modelos e nem existem meias diferentes para homens e mulheres.

Existem diversos modelos de meias, inclusive meias de alta transparência.

Também existem modelos masculinos e femininos, com diversos tipos de desenhos e texturas.

MITO: Homens não têm varizes e nem qualquer outra doença venosa.

De acordo com a SBACV (Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular), estudos mostram que varizes possuem uma prevalência média de 38% na população geral brasileira.

Sendo encontrada em 30% dos homens e 45% das mulheres, levando em consideração todas as faixas etárias.

Quanto mais idoso, maior a prevalência sendo que 70% das pessoas acima dos 70 anos podem ter varizes.

Os maiores fatores de risco são predisposição familiar, sexo feminino (proporção de até 2,3 para 1 homem), idade (quanto mais idoso, maio a prevalência), obesidade, etc.

VERDADE: Grávidas devem usar meias de compressão

Durante a gravidez o volume de sangue circulando pelo organismo aumenta.

Dependendo do caso, o volume de sangue circulando no corpo pode aumentar em até 30%. Com isso, aumentam as chances de surgirem problemas de circulação.

De acordo com as diretrizes da SBACV, as meias podem ser usadas desde o começo da gestação para alívio de sintomas como dor nas pernas edema e também para tratamento de varizes pélvicas, diminuindo ou reparando os efeitos dos problemas circulatórios.

MITO: Meias de compressão perdem efeito após a lavagem

Normalmente as indústrias garantem a compressão por um período de 6 meses, desde que a meia de compressão seja adequadamente lavada.

VERDADE: Meias de compressão são ideias para viagens de avião

Nas viagens de longa duração de avião, o sangue circula mais lentamente, por isso os tornozelos ficam inchados.

Além disso, as poltronas do avião ajudam a comprimir a principal veia que retorna o sangue das pernas.

Isso também vale para viagens de ônibus ou carro. Com o sangue mais lento, o que pode acontecer, principalmente nas pessoas com mais predisposição (como idosos, mulheres que tomam anticoncepcionais, fumantes), é uma trombose.

Para prevenir, é recomendado usar meios elásticas, hidratar-se muito bem e mexer pernas  braços regularmente.

Lembrando que caso, você vá viajar, peça recomendação médica sobre qual meia utilizar.

DEPENDE: Meias de compressão esquentam

De fato, qualquer tecido sobre a pele aumenta sua temperatura. Por isso você deve observar que existem várias marcas de meias de compressão, tais como Sigvaris, Venosan, Medi, Selecta e Jobst.

E dentro da grade meias de compressão dessas marcas existem ainda linhas com características variadas especialmente no que se refere ao tecido.

Algumas marcas como a Sigvaris oferece a opção de meia com efeito climático. Está possui um revestimento interno que oferece conforto térmico para o usuário.

MITO: Devo vestir minha meia de compressão deitado, logo ao acordar

O ideal de fato, é que vista sua meia de compressão no primeiro horário possível. Mas fique tranquilo, pode tomar banho, sem problemas. Após o banho ao se vestir, coloque sua meia, sentado, deitado, como for mais confortável para você.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *