Máscaras N95 e PFF2 – Entenda as diferenças, tempo de uso, porque usar e vantagens

por

Máscaras N95 e PFF2

Com alto poder de filtragem e por serem eficientes na proteção contra agentes infecciosos e biológicos (vírus, bactérias, parasitas, fungos, protozoários etc), as máscaras N95 e PFF2 apresentam 95% de nível de eficácia.

Sendo assim, são mais seguras que as máscaras de pano ou de qualquer outro material. Além disso, a penetração de gotículas e/ou aerossóis são muito menores, o que proporciona a você confiança e tranquilidade na hora de usar.

E vale destacar algo importante: as gotículas por serem de tamanho maior que 5 μm, elas atingem a via respiratória (mucosa das fossas nasais e da cavidade bucal).

Já os aerossóis são partículas bem menores que permanecem suspensas no ar por um tempo longo. E, se inaladas, penetram de maneira muito mais profunda no trato respiratório.

Por isso, a necessidade de ter uma máscara eficaz que bloqueie a penetração desses invasores. E, assim, estar protegido contra doenças respiratórias e outros tipos de transmissões/contaminações.

De acordo com NCBI – Centro Nacional de Informação Biotecnológica, um estudo constatou que elas permitem a penetração do vírus em uma escala muito mínima, isto é, cerca de 5% de chance.

A Anvisa também determina o uso dessas máscaras como proteção contra agentes nocivos à saúde. E esclarece, em sua cartilha que, se enquadram como equipamento de proteção individual (EPI) e dá orientações quanto ao uso.

Quanto a função das máscaras, a cartilha diz:

“É um equipamento de proteção individual (EPI) que cobre a boca e o nariz, proporciona uma vedação adequada sobre a face do usuário, possui filtro eficiente para retenção dos contaminantes atmosféricos presentes no ambiente de trabalho na forma de aerossóis”.

A partir disso, o blog Mobraz traz a você informações quanto ao tempo de uso, as diferenças entre as máscaras N95 e PFF2 (embora estejam dentro do mesmo padrão de filtro, porém, uma é fabricada nos E.U.A. e a outra, no Brasil. E também porque usá-las e suas vantagens.

Máscaras N95 e PFF2 – Diferenças

Antes de abordar sobre as diferenças da máscara N95 para PFF2 é fundamental entender que cada uma se enquadra como respirador de máscara facial filtrante.

Então, possui o objetivo de proteger as vias aéreas do usuário contra transmissões e contaminações pelo ar.

Agora, entenda as principais diferenças entre elas:

A máscara N95 é um respirador descartável, com eficiência mínima de 95% de filtragem das partículas. O N se remete a NIOSH – Instituto Nacional de Segurança e Saúde Ocupacional nos E.U.A. (atende ao padrão de classificação de filtro americano) e 95 se refere a porcentagem de filtração

A máscara PFF2 é um respirador purificador de ar classe PFF2 cuja fabricação é brasileira. Então, seguem as normas de padrão no Brasil e na Europa.

Assim, ela é equivalente ao N95 diferenciando-se por fornecer uma eficiência mínima de 94% de filtragem das partículas.

Desse modo, a diferença é que a N95 é certificada nos Estados Unidos e a PFF2 é certificado no Brasil. Além disso, uma oferece 95% de eficácia de filtragem enquanto a outra é 94%.

Portanto, essas são as diferenças que existem entre elas.

Máscaras N95 e PFF2 – Tempo de uso

Ao usar as máscaras N95 e PFF2, o tempo de uso para a sua proteção depende do nível de exposição ao vírus. Também elas podem durar até 8h seguidas, caso não sofra nenhum dano, permaneçam ajustadas no rosto e nem sejam manuseadas ao longo do uso.

Além disso, de acordo com a recomendação do CDC – Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, é possível reutilizar.

Embora as máscaras N95 e PFF 2 sejam descartáveis, ou seja, você pode usá-las e depois jogar fora, elas também podem ser reutilizadas por até 5 vezes, mas deve-se ter cuidado.

Para um melhor tempo de uso, siga estas orientações:

  • Sempre que colocá-las, higienize sempre as mãos;
  • Ajuste corretamente o elástico na cabeça e no pescoço;
  • Encaixe o clique nasal perfeitamente no rosto;
  • Veja se o ar vaza fazendo um teste de vedação, então, inspire e expire;
  • Não toque ou evite tocar durante o tempo de uso das máscaras N95 e PFF2;
  • Deixe-as em local seco e arejado, longe do sol e por 3 a 7 dias;
  • Não pode lavar e nem passar álcool, pois corre o risco de danificar e prejudicar a eficácia do filtro.

É importante informar que as máscaras N95 e PFF2 com válvulas estão proibidas de serem usadas em aeroportos, segundo a Anvisa. Assim, elas não filtram o ar na saída e não protege o possível infectado.

Máscaras N95 e PFF 2 – Porque usar e vantagens

O uso das máscaras N95 e PFF2 proporcionam mais proteção contra vírus, bactérias, fungos e outros agentes invasores. Logo, são fabricados de um material de filtro resistente a penetração de gotículas e aerossóis.

Desse modo, possuem 2 tipos de filtragens:

1 – Mecânica – conseguem fazer com que as partículas de ar fiquem presas nas fibras da máscara;

2 – Eletrostática – atraem partículas que possam escapar da filtragem mecânica. Então, caso a filtragem não funcione com a mecânica, a eletrostática consegue bloquear a entrada.

Também vale destacar que são fabricadas para dar o melhor ajustamento ao rosto. Por isso, oferece melhor adaptação no uso.

Assim, dentre as suas vantagens, eis abaixo:

  • Oferece baixo custo diante de outros tipos de EPR – Equipamento de Proteção Respiratória;
  • Praticidade, pois são descartáveis e, com isso, não exige higienização, limpeza e nem manutenção;
  • São leves, o que permite o usuário ter uma boa mobilidade, isto é, não restringe o uso;
  • Fornece baixa resistência à respiração;
  • Permite maior vedação do nariz e da boca por fixar os elásticos à cabeça e não às orelhas. E, devido a isso, não deixam espaços para a entrada de ar pelas laterais;
  • Possuem filtros mais eficazes;
  • Oferecem mais segurança e tranquilidade ao usá-las;
  • Está enquadrada à norma NBR 13698 que aborda sobre os equipamentos de proteção respiratória.

Como lido, as máscaras N95 e PFF2 garantem uma proteção eficaz contra esses agentes infecciosos e biológicos. Por esse motivo, muitas pessoas estão procurando e usando a fim de se prevenir desses agentes, principalmente, contra a Covid-19.

Se você ainda possui alguma dúvida, escreva nos comentários. E se tem experiência no uso delas, conte-nos como está sendo usá-las em seu dia a dia.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *