Cuidados com sua meia de compressão

por

Você foi ao medico e recebeu a prescrição para usar uma meia de compressão. Após a compra do produto descuidou da colocação e acabou estragando a meia.

Essa e outras situações podem ser comuns para aquelas pessoas que vão utilizar uma meia de compressão pela primeira vez.

Por isso preparamos algumas dicas para o cuidado com a sua meia. Afinal sabemos que o preço de uma meia de compressão não dos baratos.

Use sempre a mesma meia de compressão para cada perna

A meia de compressão é extremamente moldável, ou seja, adapta-se a anatomia da perna. Por isso é interessante até mesmo marcar com caneta, para qual perna é aquela meia.

Esse cuidado evita que a meia fique esgarçada, especialmente em pessoas que tem diferença significativa no diâmetro de uma perna e outra.

Cuidados ao lavar a sua meia

Para preservar sua meia de compressão é importante que se tome alguns cuidados na higiene do produto.

Vire a meia do avesso e faça a lavagem à mão, utilizando detergente neutro. Não use alvejantes com cloro.

Com uma toalha seque a sua meia de compressão, não estique ou faça a torção. Coloque para secar à sombra.

Também não se deve utilizar escova para esfregar, e a água na temperatura ambiente.

Atenção especial na colocação

Não é raro que algumas pessoas danifiquem a meia já na primeira colocação.

As meias tem uma grande resistência elástica o que causa dificuldade na sua colocação. Acontece que o excesso de força pode rasgar ou até comprometer a compressão da meia.

Coloque a meia sempre do avesso, pegue na marca do calcanhar, vire-a e traga a meia até a metade do pé, para depois ir subindo até a panturrilha. Neste artigo já ensinamos o processo de colocação da meia.

Tome cuidado com a unha, ela pode enroscar no tecido e puxar algum fio. A dica é usar luvas de borracha para a colocação.

Existem inclusive luvas próprias para facilitar a colocação da meia. Elas são revestidas com borracha nas palmas, melhorando a aderência.

Luva para colocação de meias de compressão

Não deixe a meia enrugada em nenhum local, a meia de compressão precisa estar acomodada de maneira uniforme sobre a pele.

Outra dica é a utilização de um talco, isso ajuda para que a meia deslize com mais facilidade. Especialmente para quem utiliza a meia logo após o banho quando a pele ainda está úmida.

O modelo da meia e sua durabilidade

Alguns modelos tendem a serem menos duráveis, tecidos mais finos têm menor resistência ao desgaste. Portanto se a sua meia de compressão for de tecido mais fino precisará de ainda mais cuidados para evitar que rasgue ou puxe fios.

Além disso, os fabricante costumam oferecer modelos de meias à preços menores porém com qualidade inferior em relação aos modelos top de linha. Estas meias mais simples também costumam ter menor durabilidade.

A durabilidade de uma meia varia entre 3 a 6 meses. 6 meses é normalmente o prazo máximo recomendado pelos fabricantes para a substituição da meia de compressão.

Após esse período a compressão reduz e pode não haver o efeito esperado da meia de compressão.

Observe a descrição do tecido

Os fabricantes utilizam vários tecidos para a confecção das meias, tanto tecidos sintéticos quanto naturais. Os tecidos sintéticos podem provoca alergias em peles mais sensíveis.

A poliamida é um tecido sintético bastante utilizado em vários modelos de meias de compressão. Outro tecido predominante é o algodão.

Geralmente as pessoas que sofrem alguma alergia por conta do tecido sintético precisam procurar seu médico e fazer a troca da meai de compressão por outro tecido.

Meias com uma composição de tecido predominante de elastano cedem com mais facilidade. Já aquelas com mais algodão em sua composição oferecem maior resistência à colocação.

Por isso vale a pena observar os percentuais dos diferentes tecidos em cada meia antes de fazer a escolha, isso quando não houver a indicação pelo médico.

As meias de compressão oferecem enorme conforto e bem estar tanto para pessoas que apresentam problemas quanto para quem utiliza para prevenção.

No entanto é preciso ter a recomendação médica para a escolha da melhor meia, seguindo a compressão adequada. Neste artigo falamos mais sobre os diferentes níveis de compressão e quando devem ser utilizados.

 

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *